=" BLOG DO JONYS: Março 2013

LEIA A BIBLIA SAGRADA

LEIA A BIBLIA SAGRADA
É SALVAÇÃO

quarta-feira, 27 de março de 2013

RODADA DUPLA EM TERESINA CORISABA E RIVER VENCEM.

O Campeonato Piauiense tem o seu primeiro classificado para as semifinais. Jogando no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, o River-PI venceu o 4 de Julho por 1 a 0 e contou com uma combinação de resultados para conseguir a classificação com quatro rodadas de antecipação. O herói da vitória tricolor na décima rodada do Estadual foi o volante Célio, autor do único gol da partida.
O gol solitário da suada vitória riverina foi marcado pelo volante Célio ainda no primeiro tempo.
Com o resultado, o River-PI chegou a 23 pontos e segue na liderança do Campeonato Piauiense. O 4 de Julho, por sua vez, permaneceu com 11 pontos e segue na quarta colocação.
River-PI e 4 de Julho jogam novamente pelo Campeonato Piauiense no dia 6 de abril. O Galo enfrenta o Picos no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. Já o Colorado encara o Flamengo-PI na Arena Ytacoatiara, em Piripiri. Os dois jogos são válidos pela 12ª rodada, já que as partidas da 11ª rodada foram adiadas.
4 de Julho domina, mas River-PI abre o placar
Em busca da terceira vitória consecutiva no Campeonato Piauiense, o 4 de Julho não demorou muito a assustar o goleiro riverino Robinho. Logo a um minuto de jogo, Teo arriscou de fora da área e o camisa 1 tricolor teve dificuldades para defender. Pouco depois, Wilsinho cruzou da direita, Robinho furou e Marlon desviou e quase marcou o primeiro gol colorado.
O River-PI só assustou aos 18 minutos, quando Maranhão avançou pela esquerda, se livrou da marcação da defesa colorada e soltou a bomba que passou muito perto do gol defendido por Bel. O lance empolgou o time riverino, que abriu o placar logo em seguida: Totty cruzou da direita, a bola foi desviado por Célio e morreu no fundo do gol.
A superioridade tricolor se manifestou mais uma vez aos 28: Thiago Marabá puxou rápido contra-ataque pela direita e fez grande passe para Zé Rodolpho, que chutou forte por cima do gol, desperdiçando grande chance de ampliar o placar.
River-PI x 4 de Julho pela décima rodada do Piauiense (Foto: Renan Morais/GLOBOESPORTE.COM)River-PI aproveitou a oportunidade, abriu o placar e segurou o resultado diante do 4 de Julho no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina (Foto: Renan Morais/GLOBOESPORTE.COM)
Aos 33, minutos, polêmica no Lindolfo Monteiro: Wilsinho bateu escanteio fechado e o goleiro riverino Robinho acabou entrando com a bola no gol. O árbitro Antônio Santos Nunes, no entanto, marcou falta do ataque colorado, provocando a ira dos jogadores do 4 de Julho. O Colorado chegou mais uma vez com perigo quatro minuos mais tarde, desta vez com Teo, que chutou forte e rasteiro, mas mandou para fora.
Mesmo fora de casa, o 4 de Julho seguiu atacando sem pudor e novamente chegou próximo de empatar aos 40, quando Wilsinho recebeu livre na direita e bateu cruzado; Pretinho se esticou, mas não conseguiu empurrar a bola para o gol. Três minutos depois, resposta tricolor: Thiago Marabá arriscou da entrada da área e Bel fez grande defesa.
Antes do intervalo, nova polêmica: Wilsinho bateu falta da esquerda, a bola passou por todos os jogadores na área sem ser tocada e acabou no fundo do gol, mas a arbitragem novamente anulou o que seria o gol de empate colorado.
River-PI administra vitória e segue na ponta
Melhor no primeiro tempo, o 4 de Julho voltou para a etapa final confiante no empate e começou a dar trabalho a Robinho cedo. Aos seis, Teo fez jogada individual pela esquerda e cruzou na cabeça de Joniel, que desviou e exigiu boa defesa do camisa 1 do tricolor. Teo voltou a dar as caras aos 13: o camisa 10 avançou pela direita e chutou forte para defesa segura de Robinho.
Aos 24 minutos, o 4 de julho sofreu um duro golpe: o zagueiro Marlon levou o segundo cartão amarelo e acabou sendo expulso por Antônio Santos Nunes. Mesmo com um jogador a menos, o Colorado seguiu atrás do gol e quase empatou aos 37 e aos 38, com Wilsinho e Juninho Maranhense. Na primeira, a bola beliscou a trave; na segunda, Robinho fez grande defesa.
Apostando nos contra-ataques, o River-PI andou perto de ampliar logo em seguida: Bruno Carvalho foi lançado na esquerda e cruzou fechado; Ciel quase escorou para as redes.
Novamente aproveitando os espaços deixados pela defesa colorada, o Galo assustou com Totty aos 43, quando o lateral driblou Mica e soltou a bomba para defesa de Bel.


O Cori-Sabbá assegurou, na noite desta quarta-feira (27), sua terceira vitória seguida no Campeonato Piauiense. No Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, o alvinegro de Floriano goleou o Piauí por 4 a 1 pela 10ª rodada do Estadual. Esta é a segunda goleada sofrida pelo Enxuga-Rato na competição.
Os gols da vitória alvinegra foram marcados por Ranielson, Jackson, Cafezinho e Anderson. Maninho descontou para o Enxuga Rato.
Com a vitória, o Cori-Sabbá chegou aos mesmos 11 pontos do Piauí e pulou da sétima para a quinta colocação. Já o rubro-anil caiu para a sexta posição.
Piauí e Cori-Sabbá voltam a campo no dia 7 de abril. O Enxuga Rato encara o Parnahyba no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. O alvinegro de Floriano, por sua vez, enfrenta o Barras no Estádio Juca Fortes, em Barras. As duas partidas são válidas pela 12ª rodada, já que os jogos da 11ª rodada foram adiados.
Primeiro tempo quente e cheio de gols
Mordido por conta das duas derrotas nas últimas rodadas, o Piauí começou a partida pressionado o Cori-Sabbá e desperdiçando oportunidades. Aos 10 minutos, Lucas Souza recebeu grande passe de Fabiano e, livre na grande área, bateu para grande defesa de Andrei. No minuto seguinte, a bola sobrou novamente para Lucas Souza, que chutou para mais uma importante defesa do goleiro alvinegro.
Mais tarde, aos 15, foi a vez de Darley assustar Andrei. Ele recebeu passe de Maninho no meio da defesa alvinegra e chutou fraco para defesa segura do goleiro florianense. Quatro minutos depois, a pressão finalmente resultou em gol. Cláudio recebeu lançamento de Binha na direita e cruzou na cabeça de Maninho, que tocou por cima de Andrei para abrir o placar no Lindolfo Monteiro.
Cori-Sabbá vence Piauí em pleno estádio Lindolfo Monteiro (Foto: Renana Morais/GLOBOESPORTE.COM)Cori-Sabbá vence Piauí em pleno estádio Lindolfo Monteiro (Foto: Renana Morais/GLOBOESPORTE.COM)
A resposta do Cori-Sabbá foi quase imediata. Dois minutos depois, Ranielson recebeu passe na entrada da área e bateu colocado para empatar a partida. Aos 23, a virada alvinegra: Jackson arriscou de longe, bola desviou na defesa e enganou o goleiro Neto, que nada pôde fazer para evitar o segundo do Cori. O terceiro quase saiu em seguida, quando Ranielson serviu Diego na área e o camisa 8 bateu para grande defesa de Neto.
Atordoado com a virada, o Piauí quase empatou aos 29, quando o volante Diego arriscou de fora da área e acertou o travessão. Em seguida, Fabiano recebeu passe dentro da área e chutou para Andrei mandar para escanteio. Pouco minutos mais tarde, mais um ataque rubro-anil: Rubem Júnior cobrou falta e Andrei mandou novamente para escanteio.
Antes o intervalo, o Cori-Sabbá voltou a assutar. Cafezinho avançou pela esquerda e bateu cruzado. Neto espalmou para entrada, onde Vanin pegou o rebote e mandou muito perto.
Cori-Sabbá vence Piauí em pleno estádio Lindolfo Monteiro (Foto: Renana Morais/GLOBOESPORTE.COM)Cori-Sabbá dominou a partida e impôs nova derrota
ao Piauí no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina
(Foto: Renana Morais/GLOBOESPORTE.COM)
Cori-Sabbá faz gol relâmpago
O segundo tempo como terminou o primeiro, com o Cori-Sabbá no ataque. Tranquilo com o placar favorável, o alvinegro trocou passes até a bola chegar a Cafezinho, que se livrou da marcação na área e bateu para fazer o terceiro gol do time comandado por Nelson Mourão aos três minutos.
A vitória do Cori-Sabbá se transformou em goleada aos 10, quando Jackson aproveitou cruzamento da esquerda e só ajeitou para chute rasteiro de Anderson: 4 a 1 para o alvinegro de Floriano.
A reação rubro-anil quase começou aos 13. Boiadeiro aproveitou cruzamento de Binha e mergulhou para assustar Andrei. O mesmo Boiadeiro recebeu novo cruzamento e chutou forte, por cima do gol.
Desesperado, o Piauí se mandou para o ataque e deu espaço para o Cori-Sabbá contra-atacar. Em uma dessas oportunidades, Cafezinho quase ampliou aos 32, mas a bola parou nas mãos do goleiro rubro-anil. Dois minutos depois, resposta do Enxuga Rato: Maninho bateu escanteio e Diego cabeceou para defesa firme de Andrei.
Mais uma vez se aproveitando dos contra-ataques, o Cori-Sabbá por pouco não marcou o quinto, novamente com Cafezinho. O camisa 11 recebeu lançamento longo, ganhou na corrida de Thiago Campelo e chutou forte para grande defesa de Neto.
Antes do apito final, o Piauí ainda assustou com Fabiano, que aproveitou cruzamento de Maninho e cabeceou para mais uma boa defesa de Andrei.

PICOS GOLEIA BARRAS E PARNAIBA FICA NO EMPATE COM FLAMENGO

O Barras viajou a Picos e foi surpreendido pelo lanterna do campeonato no Estádio Helvídio Nunes. O Zangão venceu pelo plcar de 5 a 0 e empurrou o Leão do Marathoan para a última posição, ficando a apenas um ponto do G-4.
No primeiro tempo, Jairo abriu o placar no último minuto. Na segunda etapa, foram mais quatro gols, marcados por Boni, Marcinho e Raphael Freitas, este último marcando gols e se isolando na artilharia do campeonato.
Com o adiamento da 11ª rodada, o Zangão volta a campo só no próximo dia 6 de abril, quando enfrenta o River-PI no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, jogo válido pela 12ª rodada. Já o Barras receberá em casa o Cori-Sabbá no dia 7, no Estádio Juca Fortes.
Tudo errado para o Barras
O Picos tomou conta do jogo no primeiro tempo. Tadeu e, principalmente, Jarbas, criavam várias chances de gol, mas não conseguiam marcar. O Barras, embora mais acanhado, conseguia criar alguma oportunidade, como aos 17 minutos, quando Júnior Jardel aproveitou falha do lateral Glauber e chutou com perigo à esquerda do gol de Clébio.
Antes do fim do primeiro tempo o Leão do Marathoan perdeu dois jogadores. Primeiro Batata cometeu falta dura, levou o segundo amarelo e, consequentemente, o cartão vermelho. Depois, um lance que gerou muita confusão. O goleiro Douglas se irritou com o gandula, que teria demorado a passar a bola e, fora de si, agrediu o jovem com um soco, sendo expulso logo em seguida.
Para terminar de vez com um péssimo primeiro tempo para o time barrense, o gol do Zangão. Já aos 47 minutos o volante Jairo acertou um belo chute de fora da área e abriu o placar no Estádio Helvídio Nunes, e o Picos foi para o intervalo com o placar de 1 a 0.
Com três a mais fica fácil
No começo da segunda etapa o Picos diminuiu e o ritmo e o jogo passava a impressão de que iria ficar morno. Ledo engano. Aproveitando-se da vantagem de ter dois jogadores a mais, o Zangão usou o tempo complementar para construir uma boa vantagem.
Aos 24 minutos, Boni havia acabado de entrar em campo. Foi o suficiente para acertar um chute de fora da área, que quicou e enganou o jovem goleiro Lucas: era o segundo do Picos. Mais alguns minutos e foi a vez de Marcinho fazer o terceiro, aproveitando-se de boa jogada individual de Raphael Freitas, que serviu o meia que ainda tirou o goleiro antes de empurrar para o fundo das redes.
Antes do final do jogo ainda havia tempo para mais uma confusão. O atacante Felipe, após fazer falta em Roni e levar o amarelo, não ficou satisfeito e deu uma pisada no jogador, sendo expulso em seguida. Para fechar o caixão com chave de ouro, a participação do artilheiro Raphael Freitas. O lateral Lanlan cruzou bola na área na cabeça do atacante, que aproveitou para fazer o quarto do Picos. Antes do fim, Raphael ainda marcou mais o quinto do time, o sétimo dele no Campeonato Piauiense, se isolando na artilharia da competição.
Expulsões: Batata, por jogo brusco (segundo amarelo) e Douglas, por agressão a um gandula (vermelho direto), ambos no 1° tempo; Felipe, por jogo brusco (segundo amarelo), no 2°.
 RAMON FEZ SUA PRIMEIRA APRESENTAÇÃO DO PARNAIBA E FOI MUITO ELOGIADO PELA TORCIDA.NOTA 08
 RAIFF TAMBEM FEZ SUA ESTREIA ,ENTRANDO NO SEGUNDO TEMPO TAMBEM FOI BEM.NOTA 06

 ARANHA FEZ BOAS DEFESA ESTA COMEÇANDO A PASSAR SEGURANÇA PARA A TORCIDA AZULINA.,NOTA 08 PARA O GOLEIRÃO.
BARATA JOGANDO DE LATERAL FOI BEM ,MUITO FORTE NA MARCAÇÃO. NOTA 07
 O ZAGUEIRO EDUARDO VAI AGUARDAR O PROXIMO JOGO PARA JOGAR SUA PRIMEIRA PARTIDA.POIS ERIDON E GILMAR FIZERAM UMA EXCEPCIONAL PARTIDA, ERIDON NOTA 09,E GILMAR NOTA 08.
 RYAN JOGOU BEM NA LATERAL ESQUERDO, NOTA 07, CAPELA MUITO RAPIDO NO MEIO CAMPO PARA O ATAQUE TAMBEM JOGOU BEM ,NOTA 08.IDELVANDRO  FOI NORMAL FEZ UMA PARTIDA RAZOAVEL FOI SUBSTITUIDO.NOTA 05 ZE RODRIGUES JOGOU PARTE DO SEGUNDO TEMPO TEVE TRES CHANCES DE MARCAR MAIS FALHOU NOTA 06,.IVAN NÃO FEZ MUITO ,POIS FOI MUITO EXIGIDO NA MARCAÇÃO.NOTA 06.DANIEL FOI MAL SAIU CONTUNDIDO NOTA 05,FABINHO NÃO TEVE MUITA CHANCE DE JOGAR O QUE SABE. NOTA 07.
 FLAMENGO DIFICUTOU MUITO O JOGO PARA O PARNAIBA.
 RENATO PEREIRA ,HAMILTON VERAS E ZÉ MARIO (RADIO SUPER STAR FM.JUNTAMENTE COM RENÊ ,ASSESSOR DE IMPRESSA DO TUBARÃO E BLOGUEIRO.(HORA DO DRIBLE).

 ROBSON DO FLAMENGO DEFENDENDO UMA CABEÇADA FULMINANTE E A QUEIMA ROUPA, DE ZÉ RODRIGUES

 GILMAR E ERIDON DE OLHO EM EDSON DI.
 ZAGUEIRO LAERCIO JOGOU MUITO.

segunda-feira, 25 de março de 2013

PRINCIPAIS ARTILHEIRO DO CERTAME 2013 ATE AGORA

COM SEIS GOLS PRETINHO DO 4 DE JULHO LIDERA A LISTA DE ARTILHEIROS.
2013-VEJA LISTA COMPLETA:

6 gols - Pretinho (4 de Julho).

5 gols - Edson Di (Flamengo) e Raphael Freitas (Picos).

4 gols - Cafezinho (Cori-Sabbá), Zé Rodrigues (Parnahyba) e Anderson Kamar (River).

3 gols - Anderson Baiano (Barras), Augusto (Flamengo) e Fabinho (Parnahyba).

2 gols - Luiz Henrique, Paulo Roberto, Dylson (Barras), Jackson (Cori-Sabbá), Rafinha, Laércio (Flamengo), Marcos Gasolina, Ivan (Parnahyba), Thiago Campelo, Victor, Fabiano (Piauí), Isael William e Maranhão (River).

1 gol - Renan Carioca, Flávio Barros, Marlon, Juninho Maranhense, Wilsinho, Joniel (4 de Julho), Wenderson, Non, Felipe (Barras), Diego, Cacá, Klayton Maranhão, Pelezinho (Cori-Sabbá), Niel (Flamengo), Luciano, Gilmar Bahia, Everton Felipe, Idelvando, Eridon, Capela, Daniel (Parnahyba), Diego, Girlan, Maninho, Darley, Boiadeiro (Piauí), Rodolfo, Renato Frota, Jefferson Pipoca, Bibi, Jarbas (Picos), Jardel, Pantico, Bruno Carvalho, Tote e Zé Rodolfo (River).

domingo, 24 de março de 2013

FLAMENGO E RIVER VENCEM SEUS JOGOS E SONHAM COM CLASSIFICAÇÃO.



Rafinha, um dos destaques da partida, deixa Binha para trás e parte para o ataque.
Na estréia do técnico Josué Teixeira, contratado no início da semana, o Flamengo voltou a mostrar o bom futebol do início do campeonato e aplicou sobre o time do Piauí, hoje (24) à tarde, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, a maior goleada da competição, 5 a 1, resultado que garante, ao vice-campeão piauiense, a terceira colocação no G4.

O equilíbrio que se esperava de um clássico, ficou patente somente no início da partida. Aos pucos, o Flamengo foi dominiando as ações e já no primeiro tempo, merecia vencer. Tanto que Rafinha abriu a contagem aos 36 minutos, em jogada que teve a participação de Edson Di. O mesmo Edson Di que, involuntariamente, impediu que outro chute de Rafinha fosse para as redes do Piauí.

Jogadores rubro-negros comemoram o primeiro gol da tarde, marcado por Rafinha.
Na fase final, o que dizer de um jogo onde o Flamengo marcou mais quatro gols, sofrendo o único do adversário nos minutos finais? Amplo domínio rubro-negro, que construiu sua goleada com Laércio (de cabeça), Edson Di, Augusto e, por último, Binha (contra), em chute de Augusto. O gol de honra rubroanil veio aos 41 minutos, com Boiadeiro, de cabeça, após a bola levantada na área por Maninho.

Resultado justo, que dá novo alento à torcida do Flamengo, que viu o time fazer uma boa atuação na estréia do novo comandante, Josué Teixeira. Com 15 pontos ganhos, o Flamengo é o terceiro colocado. O Piauí, por sua vez, volta a ficar fora da zona de classificação, perdendo para a quarta colocação para o 4 de Julho, no critério de maior número de vitórias.

Thiago Campelo se antecipa a Edson Di, mas o atacante do Flamengo, na fase final, acabou deixando sua marca.
FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 5x1 PIAUÍ (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - Fase Classificatória - 9ª rodada - Taça Cidade de Teresina); Data: 24/03/2013 (domingo à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Francisco Pereira de Lima Júnior, auxiliado por José Valmir dos Santos Xavier e Izaura de Sousa e Silva.

Renda: R$ 6.560,00 com 543 pagantes (173 não pagantes).

Público total: 716 torcedores.

Gols: Rafinha 36 do 1° tempo; Laércio (cabeça) 3, Edson Di 31, Augusto 34, Binha (contra) 37 e Boiadeiro 41 do 2°.

Flamengo - Robson; Laércio, Rafael Araújo e Wildinho; Niel, Alessandro, Leo Maceió, Neílson e Rafinha (Augusto); Darlan (Duda) e Edson Di. Técnico: Josué Teixeira.

Piauí - Neto; Cláudio, Thiago Campelo, Carlos Eduardo e Rubem Júnior (Natan); Diego (Edi), Binha, Juninho e Maninho; Vivinho Filho (Boiadeiro) e Darley. Técnico: Fernando Tonet.



River vence, de virada, e mantém liderança isolada

Zé Rodolfo marcou o gol da vitória em Barras.
Depois de ficar quase todo o primeiro tempo em desvantagem, o River virou o jogo no Juca Fortes e derrotou o Barras por 2 a 1, hoje (24) à tarde, mantendo-se como lider isolado do Campeonato Piauiense em sua Fase Classificatória, enquanto Barras vai ficando mais distante ainda da zona de classificação.

Embora jogando na casa do adversário, foi o River quem tomou iniciativa das ações, com Anderson Kamar tendo boa oportunidade logo nos primeiros minutos, mas sem conseguir a finalização para o gol de Douglas. Os dois times mostravam equilíbrio no meio de campo quando o goleiro Robinho se atrapalhou com um de seus zagueiros e Felipe abriu a contagem para o Barras.

O gol inesperado deu personalidade ao Leão do Marataoan, que até poderia ter ampliado com Luis Henrique, que chutou para fora numa ótima jogada em que ficou de frente com o goleiro Robinho. Quando todos esperavam o placar favorável a Barras no 1° tempo, Maranhão recebeu em ótimas condições e colocou no ângulo superior esqurdo da meta barrense, igualando o placar nos acréscimos.

Na fase complementar, melhor em campo, mas com o nível técnico da partida prejudicado pela chuva que passou a cair na terra dos governadores, o River foi atrás do gol que lhe abrisse o caminho para mais uma vitória Foi consegui-lo somente aos 35 minutos, através de Zé Rodolfo, que chutou sem dar chance de defesa ao goleiro Douglas.

O placar de 2 a 1 em favor do River perdurou até o apito final do árbitro Antônio Santos, assegurando ao River a liderança isolada por mai suma rodada, agora com 20 pontos ganhos, enquanto Barras segue fora do G4 e aumentando sua distância da zona de classificação.

FICHA TÉCNICA

BARRAS 1x2 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - Fase Classificatória - 9ª rodada - Taça Cidade de Teresina); Data: 24/03/2013 (domingo à tarde); Local: Estádio Juca Fortes (em Barras); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por Karol Vinícius Mendes Soares Martins e José Nilton da Costa.

Gols: Felipe 24 e Maranhão 47 do 1° tempo; Zé Rodolfo 35 do 2°.

Barras - Douglas; Batata (Lucca), Dylson, Andson e Fred; Dalton, Batuta, Helder (Lima) e Luiz Henrique; Júnior Jardel (Anderson Baiano) e Felipe. Técnico: José Danilo de Oliveira Queiróz.

River - Robinho; Tote, Chicão (Aderaldo), Leo Santos e Zé Rodolfo; Célio, Neto, Thiago Marabá e Jeferson; Anderson Kamar (Ciel) e Maranhão (Isael William). Técnico: Edson Blevio Porto.